• Lelo Brito

CINECLUBE: A ALMA IMORAL


Na noite de sábado (2/9), o Cineclube do Vagão 98 exibiu o documentário brasileiro “Alma Imoral” (2019), de Silvio Tendler, a respeito do livro homônimo de ensaio do rabino Nilton Bonder. Filme e livro discutem a tensão constante, na história e na vida cotidiana, das forças da tradição e da transgressão, destacando momentos em que a rebeldia resultou na ampliação da consciência humana.

A partir de passagens bíblicas e de parábolas, debates e interpretações semíticas do cânone da tradição judaico-cristã o livro reúne exemplos de transgressões míticas cometidas para se preservar ou fazer evoluir a vida. O filme, ao mesclar depoimentos de grandes personalidades contemporâneas transgressoras, de origem judia, com trechos do livro, evidencia a presença da desobediência criadora em diversas esferas do comportamento e da sociedade atual, tais como a sexualidade, a política, as artes, as religiões e o identitarismo.

Com a exibição de Alma Imoral no Cineclube do Vagão 98, no sábado (2/9), encerrou-se um debate iniciado na semana anterior (26/8), com o bate-papo sobre o livro que originou o filme que foi travado em nosso Clube de Leitura Trem de Ler. Foi uma rica experiência de meditação sobre a cultura, a tradição, a moral e a ética.


“Há um olhar que sabe discernir entre o certo e o errado. Há um olhar que enxerga quando a obediência significa desrespeito e a desobediência representa respeito. Há um olhar que reconhece os curtos caminhos longos e os longos caminhos curtos. Há um olhar que não desnuda, que não hesita em afirmar que existem fidelidades perversas e traições de grande lealdade”, resume Nilton Bonder. O Vagão 98 está de volta a todo vapor, confira aqui a nossa programação de setembro!


Doe a partir de 50 reais para o Vagão 98 e ganhe um exemplar de "Laboratório de Sonhos", autobiografia de Eugênio Rodrigues. Chave pix do Vagão 98 e WhatsApp para informar a doação e solicitar o livro: 35998114308




5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo